Translate

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

"Fear of the dark , fear of the dark , I have a phobia there's something always there"


Quando eu saio de casa às 5:45 am , sempre bate uma angústia desconhecida. A lua ainda está no céu e faz um frio siberal.

Uma sinfonia barulhenta e incômoda de grilos rege o meu caminhar , enquanto os pássaros acordam e começam a piar.

Mas eu não sei o que é meu desespero , minha angústia. Não sei se é um medo desesperador de dar de cara com uma boiada , ter que enfrentar um cavalo enfezado logo ou tropeçar em uma cobra. Mas essas cobras são a minha menor preocupação. Lido com elas todos os dias , quando subo no ônibus , na escola e, principalmente na rua .

Elas estão à espreita , prontas para me levar ao desespero, à loucura. A inteñção delas é me deixar completamente embevecida e cega em minha fé.

Nenhum comentário: