Translate

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Espectadores.

Eu já perdi a conta de quantos textos,posts e afins eu já li de pessoas dizendo que o que mais desejam é serem entendidas, eu mesma já escrevi e postei textos assim. Se tratando da vida de outras pessoas, somos no máximo dedicados espectadores. Quero dizer, quando um conselho nos é solicitado ou uma opinião, podemos tentar entender a situação do mesmo modo que tentamos captar o sentimento mais profundo que um ator passa em um filme... Veja, tentamos entender o ator pelo fascinío que o personagem passa, porque o ator em si a princípio não sente aquela emoção da mesma forma.
Quando se trata de entender alguém, pisamos em ovos quando tentamos ou verdadeiramente nos esforçamos, agora, ouse não acertar... Logo vai haver alguém resmungando que não é entendido... S
eja por falta de vontade de se expressar ou por medo de ser finalmente compreendido. È, eu prefiro ser uma mera espectadora...mesmo que seja sem uma tela gigantesca em uma sala escura com pipoca e uma eventual companhia.

Um comentário:

philosophystrikesagain disse...

imagine se eu fosse finalmente compreendido e me tornasse comum?qual seria a graça?