Translate

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Expectativa

Eu nunca me senti tão nervosa. O resto da minha vida vai depender da minha escolha agora. Se eu acertar vou poder me considerar uma sortua(e uma exceção, é claro). Mas se eu errar, pode acreditar que se o meu erro demorar para ser reparado os resultados podem ser catastróficos e afetar a pessoas que sequer tem algo haver com isso.
Não, não acho que o vestibular seja um monstro de sete cabeças e sim, acho que mostro estar mais ansiosa do que de fato estou. Mas a minha escolha é bem reduzida, quer dizer, é ser aprovada, conquistar mais respeito dos meus pais e quem sabe ir para uma cidade bem distante e começar a tocar de fato a vida de Bárbara.
Estou sedenta pela minha independência, se não fosse o fato da liberdade ser uma utopia, sim, independente dos pais e dependente do emprego. Aham, grande merda.

2 comentários:

Karina disse...

É, uma pequena escolha muda toda a direção de uma vida. Boa sorte pra você. Realmente, a liberdade é uma utopia, e mesmo assim nunca desistimos dela. Também tenho grande vontade de ser independente, mas creio que quando esse momento chegar irei querer outra coisa. Ai, vida complicada u.u'.

beijos baah
;*

philosophystrikesagain disse...

as coisas só pioram.as responsabilidades aumentam,os problemas crescem e eu,pelo menos,me sinto não muito maior do que sempre fui.parece que a sua rotina vai te engolir.e,realmente,liberdade é uma coisa muito relativa.