Translate

quarta-feira, 31 de março de 2010

Pelas ruas da Zona Sul.

Caminhando nas ruas bem iluminadas da zona sul
Observo passar o transporte escolar
Repleto de crianças bonitas,bem nutridas
Que são motivo de comoção nacional
Se atingidas por balas perdidas.

Ninguém se importa com as crianças
Do morro que tem vista para a praia
E quando elas crescem e nada conseguem
Dizem que é porque
Fugiram da raia.

É fácil falar do escritório refrigerado,
Ou discutir o assunto regado à boa cerveja holandesa.
Por que a mesma comodidade que venda-nos os olhos
Mergulha outros em tristeza.

Um comentário:

Fábio Racoski disse...

Tristemente verdadeiro, Bárbara. E muito bom o poema!