Translate

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

2011

 Eu sempre planejo meticulosamente minhas resoluções de ano novo.
 As escrevia em tópicos,antigamente. Mas,finalmente, acabei começando a achar que listas são esquemáticas e inflexíveis demais para algo tão bizarramente adaptável como a vida.

Eu espero muito de 2011. Muito. Em 2011 literalmente começa a lapidação de um dos meus maiores projetos de vida,aquele,que se eu não completar vai me deixar frustrada até o dia de minha morte: o intercâmbio durante a graduação.

É um sonho,sim. Penso nisso desde os dez anos de idade,e tenho lutado contra todas as dificuldades para concretizá-lo em 2012. Estar buscando por algo sozinha,sem nenhum apoio concreto ou incentivo emocional é estranho. Não vou dizer que dá vontade de desistir,mas o medo me engolfa por vezes. Eu tenho dezoito anos e há dois tenho pesquisado programas de bolsas de intercâmbio em grandes universidades (é,quero que seja para uma universidade reconhecida),pacote de viagem e burocracias em relação a documentos. Estou planejando tudo sozinha.Então eu quero que todo esse suor tenha valido alguma coisa em 2011,quando vou participar dos processos seletivos.

2010 foi um ano memorável. Comecei como caloura na melhor Universidade do Rio de Janeiro (#ufrjrocks),descobri que posso ser sim minimamente sociável e que,apesar de ser sempre a mais estressada,sou muito competente. Esse ano pós ensino médio elevou a amizade a outros patamares e não me atrevo a dizer que tudo está como antes porque está melhor.

Aprendi muita coisa com 2010 e,apesar das minhas resoluções serem muitas,meu pedido para 2011 é simples: Querido,você não precisa me ajudar,é só não ficar no caminho atrapalhando. Porque eu estou bastante inclinada a passar por cima.

Que 2011 seja um ano que te ensine a lidar com o que você não consegue. Superando as dificuldades e lutando por objetivos é que nos tornamos grandes!

Feliz ano novo para vocês,leitores queridos.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O violinista.

No calor de 40 graus,o músico bonito
Toca seu violino mágico balançando
Seus cabelos de Jesus Cristo.

No meio da rua seu som compete
Com o ruído dos carros,o grito dos camêlos,
Que ousam tirá-lo de seu lindo torpor.

Sua música me acompanhou muito além
Da suja avenida.
Aquelas notas doces irão sempre tocar
Em minha vida.


-----------------------------------------------------

O querido violinista não é fruto de uma alucinação. Ele de fato estava tocando na Avenida Amaral Peixoto. Sua música foi um presente para os moradores de Niterói. Os passantes sortudos,no entanto,não lhe deram nem mesmo migalhas de atenção.


Os versos vieram. E foi só isso. Não sei nem mesmo de onde saiu a comparação com "Jesus Cristo".

sábado, 11 de dezembro de 2010

Absolut(amente)

 As luzes pulsam,coloridas
 O som alto desafina,nos meus ouvidos
 Enquanto os outros corpos não param de se esbarrar.

 A luz forte dilata minhas pupilas,o movimento incessante
 Faz meu corpo suar.
 Olhares se cruzam,pernas também.

 Há muitos que estão bêbados,
 Na esperança de ser alguém.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Selos






























Olá,leitores queridos!

O Efusão Lírica ganhou incríveis selinhos do blog Mundo Jovem (aliás,o recomendo fortemente).


Para aceitar os selos,aqui vão as regras:





- Agradecer a quem me deu esse prêmio. 
- Partilhar 7 coisas sobre mim.
- Escolher 10 blogs para presentear com o selo. (sim,eu sei que só escolhi 6)


Báah's list:
1- Sou bastante emotiva por baixo da frieza escorpiana.
2- Gosto de algumas coisas mainstream.
3- Sinto uma atração bizarra pela autodestruição.
4-Não consigo demonstrar meus sentimentos com a frequência que gostaria.
5- Sinto muita saudade dos meus animais de estimação durante a semana.
6-Tenho um medo bizarro de qualquer coisa que tenha 4 patas e seja maior que eu.
7- Sou muito gentil com pessoas que eu não conheço (como aquelas que pedem informações na rua)

Blogs Sortudos: