Translate

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Fragmentos de Sexta Feira

 É sexta feira e o terminal está apinhado de gente. Os vendedores de rosa as anunciam rudemente. Nas cercas onde bate a brisa do mar,casais (apaixonados ou não) buscam trazer para as próprias vidas algum tipo de emoção.
A beleza do céu é uma ofensa àqueles que não estão ao ar livre ou que não podem ver. Mas o pior,é quem se depara com esse cenário sem enxergá-lo.

4 comentários:

Julia Amaral disse...

São seres estranhos e alienados aqueles que vivem sem saber como. Belo texto!

Fábio Pedro Racoski disse...

O mundo lá fora e eu aqui, nesta caverna de mim mesmo. Adeus, antiga morada!

Mariana Mauro disse...

"Mas o pior,é quem se depara com esse cenário sem enxergá-lo." Muito bom esse texto, depois dessa sua frase espetacular, não preciso dizer mais nada.
Beijos!

Luana disse...

Estava passeando pelos blogs por aí, e achei aqui! Gostei! :) Estou seguindo! Depois dá uma passada no meu pra conhecer!

Beijos :)